.um final positivo

2-0, a favor da liberdade. Um ponto para a liberdade de expressão: a queixa-crime feita por José Sócrates contra o blogger António Balbino Caldeira (Do Portugal Profundo) foi arquivada [1]. Uma boa notícia, assim talvez não tenhamos que nos preocupar com a possibilidade de uma polícia virtual, atenta a cada palavra ou vírgula maliciosa.

O segundo ponto vai para a professora que conseguiu a condenação da França, pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem [2], por não lhe ter sido concedido o direito a adoptar uma criança – simplesmente por ser lésbica e viver em união de facto com outra mulher. A E. B. dou os meus parabéns: não é todos os dias que uma única pessoa consegue mostrar a um Estado inteiro o que este pode fazer com a sua “moralidade”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s