.primeiras impressões

Bem, pensei que seria pior. Ainda não consegui perceber se Rebordelo, perdido algures entre Mirandela e Bragança, é bonito ou não. Cheguei já era de noite, depois de andar a deambular pelas maravilhosas estradas portuguesas onde, como bem sabemos, abundam os erros na sinalética (isto, quando ela existe). E não, não tenho GPS, por isso é normal que me perca de vez em quando.

Está frio, os poucos cafés que existem estão fechados (com a excepção de um estabelecimento de aspecto duvidoso onde, segundo me disseram, trabalham umas meninas também elas duvidosas), no restaurante onde jantei (espero que não seja regra) bife mal passado é sinónimo de lagoas de sangue a escorrer no prato e, espanto dos espantos, o arroz acabou! Neste novo início, o ponto positivo: não fiquei isolado do mundo, tenho acesso à net (wireless, olha o nível!) e, desde que o trabalho o permita, vou poder continuar a actualizar o blog. Agora só tenho mesmo que aprender a viver com os milhentos bibelots espalhados pela casa…

One thought on “.primeiras impressões

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s