.caleidoscópios

Desfilam como caleidoscópios os padrões que se repetem sem parar, o pano sobe mas o cenário é o mesmo, no segundo acto que começa agora marcado pelas pancadas secas do bastão secular.

Mergulho a minha alma num olhar que em mim vê o reflexo das vidas passadas que me guiam. Já fui, em tempos. Serei, um dia. Não existo senão no limbo cinzento que é o Presente inconstante. Do calor de dois corpos aquecidos surgem as páginas de contos escritos por uma pena cega. Um dia sonhei contigo, mesmo antes de ter decorado as linhas do teu rosto juvenil, quando a luz ainda era orvalho e na escuridão os cegos ouviam o bater de um coração assustado pela certeza de que aquele destino continuava a não ser o seu.

One thought on “.caleidoscópios

  1. Fico feliz por estares feliz. E por a vida te sorrir, à luz do sol que sobre ti quis brilhar. Alegra-me que não precises do mundo virtual, porque no real encontras a tua verdade. Só me entristece não fazer parte da tua realidade… porque assim os nossos caminhos deixaram de se cruzar.
    Mas quem sabe um dia eu atravesse essa frágil ponte que separa a nossa distância… e assim eu possa enriquecer-me com a pessoa que és.
    Um abraço de eterna amizade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s