.difuso

O barulho da rua é abafado pela tristeza da voz que ecoa nos meus ouvidos, reflexo da minha nas palavras de alguém que apenas sabe ser humano. Um fio partido é desfiado pelas garras de sombras que não sabia existir, pouco a pouco a escuridão chega, afastada apenas pela parca luz que ilumina o meu peito descoberto. Ri-se ao longe de uma vitória fácil.

Uma almofada para uma só cabeça, já não há somas nesta equação. Inspiro lentamente e sinto o aroma da roupa lavada que seca em quatro paredes esfregadas com lixívia mas que ainda guardam as expirações de desânimos antigos.

Apetecia-me sair e ser engolido pela cidade ainda vigilante, falar com as prostitutas para ler nos seus olhos carregados de maquilhagem barata histórias cujos finais nunca serão felizes, porque os príncipes são sempre encantados até ao momento em que deixam de fazer parte dos livros empoeirados que descansam nas prateleiras carcomidas.

Os pés estão tão cansados como o todo, os olhos carregam poeiras e da voz apenas saem murmúrios. Amanhã é outro dia mas eu serei apenas eu, defeituoso por direito, grato mas ainda assim incapaz de ignorar que é nos pormenores mais insignificantes que se lêem as maiores certezas.

Podia voar, se quisesse, e planar por cima dos telhados poluídos. Por agora, escolho estar, apenas isso, sem mais explicações, e pensar nas pegadas deixadas na areia que, pouco a pouco, voltam a ser mar.

2 thoughts on “.difuso

  1. Regressa com vontade de Outono para Inverno, em que o cenário se baralha connosco mesmos. Volta exausto, cansado e velho, o pensamento, a reflexão, a cabeça. Volta sem corpo, trazido pelo vento.

  2. Voltei de um Verão que se devia preparar para dormir e dar lugar ao Outono solarengo e frio, sinto-me como as folhas que caem, secas e tingidas de amarelo e vermelho, mas que voltarão um dia a ser folhas, porque estamos todos ligados e todos desempenhamos o nosso papel nas histórias que escrevemos. A minha continua mas há capítulos que se vão encerrando; e desses apenas nos lembraremos como um que teve a sua importância até chegarmos ao desfecho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s