.o som do sonho

Adormeço e renasço. Estou cansado do vazio mas mantenho os olhos abertos, quero ver o mundo coberto por nuvens, cheirar a terra molhada por chuvas primaveris, rodopiar sem soltar pio, agarrar pela cauda a espiral fugidia, lesma pachorrenta salgada pelos temperos do saber, saber amar, ou a mar, se for na praia que nos encontramos de novo. As estrelas dançam ao som de harpas, carcomidas pelo bicho carpinteiro que tem nas patas serradura prateada formada pelas lágrimas de bebés famintos.

Acordo e ainda te sinto. Cheira a loucura o pensamento entranhado que se cola na memória como pastilha elástica, mascada até saber a petróleo, está gasta, já não presta, voa pela janela e acerta na velha, que resmunga do sol e da chuva, má sorte a dela que se esqueceu de comprar bilhete para aquela vida que podia ter sido sua.

São confusas as cores no pôr-do-sol que vem tarde, estranhas as dores que se escondem nas entranhas do ser, que poderia ter sido se tivesse seguido pela porta da esquerda, aquela com a maçaneta reluzente em forma de castigo, sem sentido, beira sem eira, perdido, cego e surdo mas não mudo, a voz sai abafada pela parede acolchoada, nas molduras espreitam vidas paralelas que nunca aqueceram as camas que se pretendem discretas.

Nem sempre me reconheço. O espelho mente-me sem remorsos, a mão desliza pela prata, rebentam bolhas putrefactas e a solidão, sempre a solidão, persegue-me por linhas sorrateiras de palavras guardadas em caixas de cartão, amordaçadas pela incerteza da vergonha juvenil. A perna adormece. Afligem-me as fronteiras criadas por guilhotinas famintas, o tempo dilui a tinta e com elas a memória do som de pele contra pele, abafado por colunas ruidosas de vidas que não são vidas mas existem.

As ideias morrem quando se esgota a curiosidade dos gatos famintos.
O som áspero das páginas folheadas faz-me pensar em fantasmas vingativos.
Cabeças desalinhadas rolam encosta abaixo, cientes da confusão que as preenche. 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s