.suspiros

Estamos fora do tempo que já não é nosso, em menos de três minutos morrem realidades e nascem supernovas do fervor religioso de almas perdidas, que matam os filhos quando os consideram impuros, com acendalhas na comida e isqueiros na boca. Num lençol branco como a neve aprendemos a cor verdadeira do vermelho que pinta o homicídio da alma.

Na mesa ao lado contam-se mentiras, sonhos ou verdades envergonhadas, a bala de prata destrói o nervo e apenas nos resta a escuridão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s