.mudámos ou o last post por estas bandas

Mudámos de nome e formato, a identidade do autor ainda é difusa e as ideias meio dispersas, a misturada aumentou na mesma proporção da simplicidade. Estamos no Tumblr em http://filipebernardes.tumblr.com/, para quem tem conta basta seguir, para quem não tem há um botão no topo preparado para que não nos abandonem tão cedo.

.novas andanças

Uma outra faceta do autor:

business loft
Espaço recém-criado, ainda a cheirar a novo. Pequeno, para já, com espaço para uma pessoa e muitas ideias. Open space, quem sabe com biombo japonês ou cortina de veludo, para separar áreas de interesse. 

No loft, fala-se de gestão, de pessoas e de projectos, às vezes de marketing e derivados, sobre produtividade ou falta dela, dispõem-se palavras alheias emolduradas em aspas, de quem sabe que é com a partilha que mais se aprende. 

No loft, abrem-se as janelas e deixa-se entrar a luz do sol e os sons do mundo, dá-se atenção aos pormenores e preenche-se o espaço com pequenos apontamentos de saber fazer, ser e estar.

A descobrir e acompanhar aqui.

.universalidade

I’m so tired.
I feel like my feelings are just dragging me around.
There are too many, but now I’m just tired of them.
They are so redundant.
I am so predictable.
I am sick of the same cycle with myself.
Here I am again, in some sort of inner battle, with one side always kind of only half fighting.
That side being the one that says I should try to get out of this circle.
It is saying that I should be careful with other people’s feelings.
Haven’t I learned that yet?
But I don’t know.
Maybe this is just how it should be.
Maybe doing what you want, when you want, regardless of anything, really is okay.
It sure feels okay when I am asleep in the curve of your arm and side.
That is something really true.
Isn’t it okay to just want that?

{via}

Quando as palavras dos outros espelham o que se encerra na minha pele, dou comigo a pensar que há qualquer coisa de inexplicável nesta espécie de consciência partilhada.