.mudámos ou o last post por estas bandas

Mudámos de nome e formato, a identidade do autor ainda é difusa e as ideias meio dispersas, a misturada aumentou na mesma proporção da simplicidade. Estamos no Tumblr em http://filipebernardes.tumblr.com/, para quem tem conta basta seguir, para quem não tem há um botão no topo preparado para que não nos abandonem tão cedo.

.o corpo é uma farda

“- E esta? Esta é uma farda? – exclama Sheila.
Ficaste abalado. – Não, esta não… – murmuras.
– Mas é sim – grita Sheila – O corpo é uma farda! O corpo é milícia armada! O corpo é acção violenta! O corpo é reivindicação de poder! O corpo está em guerra! O corpo afirma-se como sujeito! O corpo é um fim e não um meio! O corpo significa! Comunica! Grita! Contesta! Subverte!”

(Italo Calvino, “Se numa noite de Inverno um viajante“, Teorema, 1990, p. 254)

.pequena fábula

«Ai de mim», disse o rato, «o mundo está a ficar cada dia mais pequeno. Ao princípio era tão grande que eu tinha medo, estava sempre a correr, e fiquei contente quando finalmente vi paredes lá ao longe, à esquerda e à direita, mas estas longas paredes estreitaram-se tão depressa que eu agora já estou no último compartimento e ali no canto está a ratoeira para a qual sou obrigado a correr». «Só precisas de mudar de direcção», disse o gato, que logo o engoliu.

(Franz Kafka, in Contos)

[Possível] Moral da história: a segurança pode ser mais perigosa que a incerteza.
\*total liberdade criativa para outras interpretações*/